Não sei se quero rotina

junho 18, 2010 at 00:41 (Uncategorized)

…A rotina do caminho é a direção
A rotina do destino é a certeza
Toda rotina tem a sua beleza.” Autor desconhecido.

Minha cidade é considerada a cidade onde o Sol nasce primeiro, calor aqui é quase o ano todo, e não é a toa que nossas praias combinadas com todos esses dias de sol, são consideradas as melhores para se curtir e pegar um bronzeado.

Bem,  mas se engana quem pensa que a minha cidade, João Pessoa/PB, só tem sol e calor, aqui quando a chuva resolve aparecer – estamos vivendo um desses dias- pode preparar os guarda-chuvas que lá vem chuva para o dia todo, ah , mas o frio é dificil de aparecer, o máximo que acontece é um “clima agradável”.

Hoje quando pegava meu ônibus não muito cheio – esse é o lado bom da chuva, poucas pessoas resolvem sair de casa – sentindo o cheiro de abafado, por conta das janelas todas trancadas, algo que me dá nauseas, e pode estar caindo um “toró” d’água, que eu tenho que abrir a janela, nem que seja um poquinho, as vezes acredito que eu tenho claustrofóbia*, e com todos os sentidos aflora, me vejo a pensar no que um simples ato muda a nossa querida e amada rotina, o ato da vez  é a  chuva, pessoas mudam seu meio de locomoção, horários mudam, aquele chefe aceita você chegar um pouco atrasado, é nessas horas que nós nordestinos tiramos nossos blusões e casacos do fundo dos armários, e logo percebo o quanto é bom sair dessa rotina ao qual estamos tão acostumados, que nem percebemos o quanto é tedioso.

Sempre é bom mudar a nossa rotina, melhora nossa saúde, o cerebro trabalha mais e assim criamos força e vontade para viver cada dia de forma diferente, por isso, viva cada dia de forma diferente, esperimente coisas novas.

*Claustrofobia: é a fobia que se caracteriza pela aversão ao confinamento ou a lugares fechados. Pessoas com claustrofobia costumam evitar elevadores, trens ou comboios e aviões. A claustrofobia também pode se manifestar no meio de multidões.

Link permanente 2 Comentários