Alistamento Obrigatorio

março 1, 2011 at 23:45 (Uncategorized)

É muito ruim quando algo é obrigatório.

Alistar-se.

Hoje tive que acordar um pouco mais cedo, mas não madruguei é claro, até porque não vejo necessidade de chegar à junta militar ao gargarejar do galo,  odeia filas prefiro sair mais tarde, do que enfrentar fila, então prefiro deixar o “povinho” madrugar e gozar daquela maravilhosa fila.

Brasileiro ama fila. Não que eu seja estrangeiro.

– Guichê 6 para pegar ficha; me informa um rapaz que se encontra na porta, pois o recinto se encontra bastante cheio, e um calor insuportável. Pego minha senha de número 27, e espero um pouco impaciente.

Depois de muita espera. Mas nem reclamei de ter demorado muito, pois pude observar muitas cenas hilárias. Primeiro uma avô, fala em alto e bom som que seu neto não pode esperar porque tinha tido uma dor de barriga de tão nervoso que estava, logo, toda que estavam no recinto caíram na gargalhada. Outra coisa são os garotos que tem que ir acompanhados pelos pais, pois não sabem pedir uma informação no guichê. Como eles vão sobreviver?

Bem, fui ao guichê 2, em que um atendente bastante simpático me tratou muito educadamente – mentira e mentira – me perguntou algumas informações e disse para eu esperar uns 10 minutos que durou cerca de 30 – tenho muita raiva disso, se não sabe quanto vai demorar não faz deduções caramba. Depois desse tempo todo, pego um papel com uma data para uns 5 meses depois retornar à aquele local para fazer não me pergunte o que, pois vou dar sorte se eu me lembrar de ir.

Alistar-se, algo que não devia ser obrigatório, assim quem sabe faríamos com uma vontade melhor de servir ao nosso país.

Link permanente Deixe um comentário

Protesto à Vista

março 1, 2011 at 23:25 (Uncategorized)

Ônibus circulando lentamente, passando um bom tempo parado ao redor da lagoa. É fim de tarde. O caos se aproxima.

Protesto.

Os policiais enganados com aumento de salário por questões de época eleitoreira cobram do novo governo algo que o estado não tem condições de arcar, como bem deixou claro durante as eleições.

A população cansada de um dia extenso de trabalho, estudos, entre outros serviços do dia a dia, tendo que aguentar o acréscimo do tempo para chegar em casa, por conta de protestos de pessoas que só querem ver o seu bem comum, em que não procuram olhar por todos os ângulos da história.

Link permanente Deixe um comentário

Pierrô e Colombina

março 1, 2011 at 23:25 (Uncategorized)

Pierrô está triste.

Colombina está triste.

As mulheres pegam um, pegam geral.

Os homens de mulher se travestem.

É o domingo das virgens. Difícil encontrar uma, e se você encontrar saiba que vai deixar de ser neste domingo.

As bebidas e trios animam o que não tem lá nada de muito alegre – não confunda alegria com falsa alegria. Não sou atrasado. Ou sou? Bem, na primeira e última vez – assim espero – que fui nesse bloco “irreverente”, estive sujeito a levar um tiro e a olhar cenas eróticas e de baixíssima categoria, por que cá entre nós, até para baixaria tem que se ter uma classe – sigam o exemplo de nossa professora Luciana Gimenez.

Colombinas travestem seus namorados, maridos, irmãos, primos, etc. de roupas do gênero feminino, como uma forma de eles soltarem a “franga” neste único dia e não ter que soltarem-se outros dias do ano, e manter a pose de machão, ah, até porque é muita masculinidade se travestir de mulher.

Colombina chora.

É uma micareta em formo de bloco de carnaval, só tem graça se a moça pegar de 10 “virgens” pra cima. Tirar o batom das virgens é algo que elas adoram. E uma doença sexualmente transmissível? Quem liga? Beijo não é sexo, certo? Errado.

Pierrô chora.

Link permanente Deixe um comentário